Operação lacra imóveis na região da Cracolândia

Ação internou ao menos 85 pessoas e encaminhou outras 279 para serviços de saúde

estadão.com.br,

17 Janeiro 2012 | 12h36

O texto foi atualizado às 18h53.

SÃO PAULO - A Subprefeitura Sé iniciou nesta terça-feira, 17, o emparedamento de 13 imóveis interditados no distrito de Santa Cecília, no centro de São Paulo. Os estabelecimentos, localizados nas alamedas Barão de Piracicaba e Dino Bueno, Rua Helvetia, Avenida Rio Branco e Largo Coração de Jesus, abrigavam comércios, bares, hotéis e pensões irregulares.

A ação foi realizada por 250 homens, divididos em 20 equipes, compostas por agentes vistores, engenheiros e agentes de apoio, que contaram com o auxílio de 40 caminhões. As fiscalizações deverão continuar ao longo da semana.

Operação. Ao menos 85 pessoas foram internadas e outras 279 foram encaminhadas para serviços de saúde durante as abordagens feitas na Cracolândia, desde o último dia 3 de janeiro. Desde o início da Operação Integrada Centro Legal, equipes de limpeza da Subprefeitura Sé removeram 128 toneladas de lixo e entulho concentrados nos casarões abandonados da região, utilizados como abrigo de dependentes químicos.

A Operação Integrada Centro Legal já apreendeu cerca de 10 mil pedras de crack, 15 quilos de cocaína e 42 quilos de maconha. Entre as 5.901 abordagens, 43 condenados foram capturados e 112 pessoas foram presas.

Mais conteúdo sobre:
cracolândia internações SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.