1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Operação policial deixa pelo menos cinco mortos na Favela da Coreia, no Rio

da Sucursal do Rio

20 Maio 2010 | 13h 27

Cerca de 200 agentes entraram na comunidade em Bangu para combater tráfico de armas e drogas

RIO - A Polícia Militar do Rio corrigiu o balanço de sua operação na Favela da Coreia, em Senador Camará, na zona oeste da capital fluminense, e informou que cinco suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas foram mortos durante um tiroteio na comunidade - e não sete como fora divulgado anteriormente.

 

Cerca de 200 homens participaram da ação, que começou às 5h15 da manhã. Os policiais foram recebidos a tiros e entraram em confronto com os bandidos. Segundo a PM, 15 pessoas foram detidas - entre elas, um homem identificado como Bebezão, que seria braço-direito do traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, apontado como o chefe do crime organizado na região.

 

Os agentes apreenderam dois fuzis, uma espingarda, oito pistolas e 2 kg de crack. Também foi encontrada uma motocicleta que, de acordo com policiais, seria usada pelo filho de Matemático dentro da comunidade. O material apreendido foi levado para a 34ª Delegacia de Polícia, em Bangu, também na zona oeste.

 

Texto atualizado às 16h55.

 

  • Tags: