Papa doa R$ 120 mil para favela e hospital no Rio

Comunidade da Varginha e o Hospital São Francisco, visitados por Francisco, ficarão com R$ 60 mil cada

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

29 Julho 2013 | 13h05

RIO - O papa Francisco deixou um cheque de 20 mil euros (R$ 60 mil) para a comunidade da Varginha e outro no mesmo valor para o Hospital São Francisco, dois lugares que visitou durante a viagem ao Rio. A informação é do arcebispo do Rio, d. Orani Tempesta, em entrevista ao jornal RJ-TV, da Rede Globo.

O dinheiro será usado para melhorias na favela, a serem decididas pelos moradores, e no centro de recuperação de dependentes de drogas que começa a funcionar em julho no hospital.

Presidente do comitê organizador da Jornada Mundial da Juventude, d. Orani disse que o encontro católico "superou as expectativas" e que o momento mais tenso foi a transferência dos dois últimos eventos de Guaratiba, na zona oeste, para a Praia de Copacabana, na zona sul. "Era um sonho que tínhamos (fazer a vigília e a missa de encerramento no Campo da Fé, que se tornou um lamaçal). Os produtores ficaram chateados, mas existe um jeito brasileiro de resolver as coisas na última hora", afirmou o arcebispo.

Mais conteúdo sobre:
papa Varginha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.