EFE
EFE

Papa nomeia d. José Antônio Peruzzo novo arcebispo de Curitiba

Uma de suas primeiras tarefas será encaminhar ao Vaticano uma moção com mais de 130 mil assinaturas com o pedido de abertura de processo de beatificação de Zilda Arns Neumann

José Maria Mayrink, O Estado de S. Paulo

07 Janeiro 2015 | 16h44

O novo arcebispo de Curitiba será d. José Antônio Peruzzo, de 54 anos, nomeado nesta quarta-feira, 7, pelo papa Francisco. Paranaense de Cascavel, ele era desde 2005 bispo de Palmas/Francisco Beltrão, diocese também localizada no Paraná. Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Santo Tomás de Aquino, em Roma, formou-se em Filosofia na Pontifícia Universidade Católica do Paraná e em Teologia no Studium Theologicum, dos padres claretianos, em Curitiba. D. José Antônio tomará posse no dia 19 de março. 

Uma das primeiras tarefas do novo arcebispo será encaminhar ao Vaticano uma moção com mais de 130 mil assinaturas com o pedido de abertura de processo de beatificação da Doutora Zilda Arns Neumann, fundadora da Pastoral da Criança, que morreu no terremoto de Porto Príncipe, no Haiti, em 12 de janeiro de 2010. O texto da moção será entregue no sábado ao atual administrador apostólico e bispo auxiliar de Curitiba, d. Rafael Biernaski, na celebração do quinto aniversário da morte da Doutora Zilda. Ela era irmã do cardeal d. Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo.

D. José Antônio antecipou ao Estado que pretende levar adiante a causa de beatificação, "cuja obra é um legado para a Igreja no Brasil". Essa era também a intenção do último arcebispo de Curitiba, d. Moacyr José Vitti, falecido ano passado.  D. José Antonio disse que vai estudar com cuidado o texto da moção, que ele ainda não conhece, para juntá-lo ao pedido que enviará à Congregação para as Causas dos Santos, para abertura do processo de beatificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.