Para Mendes, meta foi tirar Roriz do páreo

Gilmar Mendes afirmou que a aprovação da Lei da Ficha Limpa teve um objetivo principal: tirar Joaquim Roriz (PSC) da disputa no Distrito Federal. "Que se saiba que aqui se teve esse desenho: lei casuística para ganhar eleição no tapetão. A emenda (que incluiu renúncia como causa de inelegibilidade) é do deputado José Eduardo Cardozo, do PT."

, O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.