1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Paraguaios são deportados após suspeitas de trabalho irregular no Brasil

Nenhum dos 48 estrangeiros tinham visto emitido pelo Departamento de Migração da Polícia Federal para entrar no Brasil

FOZ DO IGUAÇU - Um ônibus com 48 paraguaios foi impedido de seguir viagem para São Paulo depois que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) descobriu que o grupo havia entrado no país irregularmente. A abordagem foi feita no fim da tarde de domingo, 12, no posto de fiscalização na BR-277 em Céu Azul, no Paraná, a cerca de 90 km da fronteira.

De acordo com os agentes, havia suspeitas de que o grupo de estrangeiros tinha intenção de buscar trabalho na capital paulista. Nenhum dos paraguaios tinha o visto emitido pelo Departamento de Migração da Polícia Federal (PF) para entrar ou permanecer no Brasil. A rota é bastante utilizada por bolivianos contratados para trabalhar em fábricas clandestinas de confecção na região de São Paulo.

Depois de serem levados à delegacia da PF em Foz do Iguaçu, os estrangeiros foram autuados, multados e tiveram que voltar ao Paraguai pela Ponte Internacional da Amizade, na fronteira entre os dois países, por onde tinham entrado. Eles deixaram o Brasil por volta da meia-noite.

O motorista e o ônibus de turismo foram liberados também no domingo, 12. Segundo a Polícia Federal, a empresa de São Paulo não deverá responder por favorecimento de imigração ilegal porque não havia indícios de aliciamento. A princípio, a companhia foi contratada apenas para o transporte do grupo.