1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Paróquias precisam se aproximar das pessoas, diz arcebispo de Aparecida

Edison Veiga - O Estado de S. Paulo

30 Abril 2014 | 08h 36

D. Raymundo Damasceno adota orientação do papa Francisco durante a inauguração da Assembleia-Geral da CNBB, realizada nesta quarta

 "É preciso renovar as paróquias tornando-as mais próximas das pessoas", afirmou o cardeal arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), d. Raymundo Damasceno, na missa de abertura da 52ª Assembleia-Geral da CNBB, realizada na manhã desta quarta-feira, 30, no Santuário Nacional de Aparecida, no interior de São Paulo.

O mote confirma recorrente pedido do papa Francisco,  para que os padres estejam junto ao povo, a serviço das suas comunidades. Este deve ser o tema central da assembleia deste ano.

Cerca de 400 bispos participam do evento.

"Uma marca especial deste evento é a alegria da santidade", afirmou o cardeal arcebispo,  referindo-se às recentes canonizações do jesuíta José de Anchieta e dos papas João paulo II e João XXIII.

A assembleia começa nesta quarta e vai até o dia 9.