1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Parques do Rio serão revelados em 13 volumes

Thaise Constancio - O Estado de S. Paulo

19 Abril 2014 | 17h 36

Guia bilíngue 'Trilhas - Parque Estadual da Pedra Branca' é o segundo de uma série de 13 volumes, um para cada parque fluminense

O guia bilíngue Trilhas - Parque Estadual da Pedra Branca é o segundo de uma série de 13 volumes, um para cada parque fluminense. A ideia de criar os índices nasceu da necessidade de mapear a biodiversidade fluminense e, ao mesmo tempo, convidar moradores, turistas e esportistas para visitar as riquezas naturais do Estado.

Atualmente, existem 2,1 mil km² de áreas protegidas, distribuídas em 17 parques e reservas em todo o Estado que são visitadas por mais de 3 milhões de pessoas anualmente.

"Nossa intenção é que cada uma dessas localidades preserve porções significativas de todos os ecossistemas associados à Mata Atlântica, como manguezal, floresta estacional, restinga e campos de altitude", explica o montanhista e diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), André Ilha.

O primeiro guia lançado foi o do Parque Estadual do Desengano, no norte do Rio. Com 228 km², tem 19 trilhas com informações de programas de níveis variados.

A próxima área a ser mapeada é o Parque Estadual dos Três Picos, na região serrana. Maior do Estado, é pouco visitado. O Parque Estadual da Serra da Tiririca, com 35 km², na Região Metropolitana, tem grande público e será mapeado ainda neste ano.

Todos ficarão disponíveis para download gratuito na página do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e terão versões para tablets e smartphones.