Passageiros da BRA ficam 12 horas sem avião em Portugal

Vôo vindo do Recife ia para Madri e Milão quando fez uma escala não programada em Lisboa

Solange Spigliatti, estadao.com.br

26 Outubro 2007 | 15h38

Um grupo de 33 passageiros da BRA ficou sem avião, nesta sexta-feira, depois de fazer uma escala não prevista em Lisboa. O vôo 7556 saiu de Recife com destino a Madri e Milão, fez escala na capital portuguesa para troca de aeronaves, já que os aviões da empresa estão impedidos de fazer a rota devido a problemas de manutenção.   Os passageiros reclamam da falta de informações. Segundo a BRA, o vôo saiu de Recife por volta das 17h30 de quinta e por volta da meia-noite chegou a Lisboa. Os passageiros foram levados para o Hotel Altis Park Hotel, na capital portuguesa, onde esperaram a confirmação de um novo vôo. Eles foram realocados em outras companhias aéreas, que já seguiram para Madrid e Milão, de acordo com a companhia. A espera superou 12 horas.   Segundo a assessoria de imprensa da BRA, a empresa fretou a aeronave da Luz Air apenas para fazer o trecho Recife a Lisboa, pois as aeronaves próprias não estão fazendo o trecho. A empresa aérea não soube explicar porque os passageiros não foram avisados que teriam de trocar de aeronave em Portugal.   Em nota divulgada pela BRA, a companhia aérea explica que enviou à Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), através de um ofício, que "o presidente da BRA, Humberto Folegatti, reconheceu que a empresa vem enfrentando alguns problemas operacionais motivados principalmente por serviços de manutenção não programados, além do atraso no recebimento de duas novas aeronaves adquiridas recentemente".

Mais conteúdo sobre:
caos aéreo atrasos aviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.