1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Passageiros da Etihad ficam nove horas dentro de avião no meio do deserto

O Estado de S. Paulo

06 Março 2014 | 08h 21

Aeronave que seguia de Xangai a Abu Dabi parou em outra cidade para troca de tripulação

Atualizada às 19h30

O empresário brasileiro Josmar Verillo usou as redes sociais nesta quinta-feira, 6, para informar que ele e outros passageiros do voo EY 867, da Etihad Airways, empresa área dos Emirados Árabes Unidos, ficaram nove horas a bordo de um avião que seguia de Xangai a Abu Dabi. A aeronave pousou na cidade de Al Ain, localizada no meio do deserto, por volta das 6h (horário local) e permaneceu parada até as 15h.

Em entrevista à Rádio Estadão, Verillo afirmou que a companhia aérea informou aos passageiros que a tripulação não poderia continuar o voo até Abu Dabi, pois já estava há muito tempo no avião. "Aí eles ficaram aguardando uma nova tripulação, mas não nos deixar sair do avião. Tivemos que aguentar lá todo esse período", diz.

Segundo o empresário, os passageiros ficaram na aeronave sem comida, com os banheiros em "estado miserável".

Verillo disse ainda que os passageiros enfrentaram problemas também após o pouso do avião no aeroporto de Abu Dabi e que o local estava "um caos". "Ninguém consegue se comunicar com a companhia porque tem uma multidão no balcão. O aeroporto está cheio de gente dormindo no chão, tem pouca comida."

Outro lado. Em nota, a Etihad Airways pediu desculpas aos passageiros a bordo de voos que tiveram de ser desviados a outros aeroportos na região do Golfo, na manhã desta quinta-feira, "devido a uma falha técnica nos sistemas de aterrissagem na pista do Aeroporto Internacional de Abu Dhabi".

Segundo a empresa, mais de 30 voos foram desviados, dos quais 14 pousaram no aeroporto Al Ain, que tem "instalações limitadas de alfândega ou imigração". Ainda segundo a Etihad Airways, a situação "foi agravada pelos serviços limitados de alimentos e bebidas no aeroporto".

A empresa garantiu que os passageiros estão recebendo assistência com conexões para outros destinos ou acomodações em hotéis no caso de conexões longas.