Pastor é preso em Manaus por suspeita de pedofilia contra 4 crianças

Vítimas, com idade entre 9 e 10 anos, teriam sido abusadas no Paraná; religioso se mudou há 2 meses

Solange Spigliatti, estadão.com.br

24 Janeiro 2012 | 10h55

SÃO PAULO - O pastor evangélico, Geraldo Pereira Nunes, de 69 anos, foi preso nesta terça-feira, 24, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 12º Vara Criminal do Paraná, no bairro Cidade Nova, na zona norte de Manaus.

 

O pastor evangélico é acusado de praticar estupro de vulnerável (atos libidinosos) contra quatro crianças, três de 9 e uma de 10 anos. De acordo com a polícia, Geraldo se prevalecia da condição de pastor e da confiança dada pelos fiéis, para praticar o crime.

 

Após a prisão, o acusado foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Capturas e Polinter, onde aguardará a chegada de uma equipe de policiais civis de Curitiba.

 

O acusado estava sendo monitorado há uma semana, após a Delegada da Divisão de Polícia Especializada, Maricy Mortagua, entrar em contato com a Polícia Civil do Amazonas, solicitando o apoio para localizar um suspeito de pedofilia, que havia se mudado para Manaus há dois meses.

Mais conteúdo sobre:
pedofilia pastor Manaus PR abuso menor crianças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.