Arte/estadao.com.br
Arte/estadao.com.br

PF prende 50 por tráfico internacional de drogas no RS

Ao todo, 70 já foram detidos desde o início das investigações que desbaratou quadrilha que vendia crack

Solange Spigliatti, Central de Notícias

17 Novembro 2009 | 10h43

Subiu para 50 o número de pessoas presas na manhã desta terça-feira, 17, acusadas de participar de uma quadrilha que atuava no tráfico internacional de drogas, especialmente o crack, e roubos a estabelecimentos bancários e comerciais no Rio Grande do Sul. Entre os detidos estão dois policiais militares.

 

As prisões fazem parte da Operação Castelo, da Polícia Federal. Cerca de 150 agentes estão cumprindo 60 mandados de busca e apreensão e 68 mandados de prisão preventiva em Pelotas, Jaguarão e região metropolitana de Porto Alegre.

 

Durante as investigações, foram identificadas 10 quadrilhas de traficantes de drogas que negociavam mensalmente aproximadamente 100 kg de cocaína, na forma de crack. A droga de procedência boliviana ingressava no Brasil através do território paraguaio e era transportada até a região metropolitana de Porto Alegre, de onde era distribuída para Pelotas.

 

Os crimes investigados foram comprovados através de 18 flagrantes que resultaram na apreensão de, aproximadamente, 40 kg de crack, além de veículos e valores. Segundo a PF, 70 pessoas já estão detidas. Durante uma apreensão realizada em 10 de agosto foram apreendidos R$ 270 mil pertencentes à organização investigada.

 

Atualizado Às 12h25 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
crime trafico de drogas RS PF crime organizado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.