Corpo de Bombeiros do Distrito Federal/Reprodução
Corpo de Bombeiros do Distrito Federal/Reprodução

Piso de garagem cai e esmaga 25 veículos em Brasília

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve vítimas; local foi parcialmente interditado

Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

04 Fevereiro 2018 | 13h23
Atualizado 05 Fevereiro 2018 | 05h19

SÃO PAULO - O piso da garagem de um edifício residencial cedeu e esmagou 25 veículos na manhã de domingo, 4, em Brasília-DF. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, ninguém ficou ferido. O acidente ocorreu no Bloco C 210 da Asa Norte, região nobre da capital. 

+ Motociclista morre ao bater de frente contra um carro em rodovia do DF

Os bombeiros foram acionados às 6h30 e constaram que uma parte da laje, coberta com uma camada de terra e um gramado, cedeu e caiu por cima dos veículos. Três cães farejadores percorreram a garagem e confirmaram que não havia vítimas. 

O prédio foi parcialmente interditado pela Defesa Civil. Houve rompimento de encanamentos e a energia foi interrompida durante todo o domingo. Os moradores do edifício, construído cerca de 40 anos, foram orientados a não usarem o elevador.

Uma viatura dos Bombeiros permaneceu na região para auxiliar em caso de novos incidentes. No entanto, a Defesa Civil assegurou não haver risco de o edíficio de 48 apartamentos desabar. 

+ Um passeio pela Brasília de Milton Hatoum

Em nota, a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil do Distrito Federal informou que interditou a garagem do prédio e que o acesso de pessoas está impedido apenas na área do incidente. Segundo a entidade, o clima foi um dos causadores do desabamento.

"A queda da estrutura foi causada pela falta de impermeabilidade, com a presença de infiltrações e corrosões, o que se agravou com a forte chuva das últimas 24 horas", diz o comunicado. O edifício deverá contratar um engenheiro para fazer o projeto de restauração do local. 

Mais conteúdo sobre:
Brasília [DF] desabamento garagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.