PM aposentado é acusado de explorar sexualmente menores em troca de comida

Policial foi preso Várzea Grande, em Mato Grosso; segundo delegada, ele abusou de ao menos 8 meninas

19 Janeiro 2012 | 14h51

O policial militar aposentado Ariovaldo de Almeida Souza, de 57 anos, foi preso nesta quarta-feira, 18, acusado de exploração sexual de pelo menos oito menores em troca de alimento e de dinheiro, em Várzea Grande, em Mato Grosso.

O mandado de prisão temporária de 30 dias foi cumprido por policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher da Criança e do Idoso, no bairro Cohab Dom Bosco.

Segundo a delegada Ana Paula Farias, a denúncia chegou à Delegacia em junho de 2011 e relatava que pelo menos oito meninas com idades entre 13 a 17 anos frequentavam a casa do acusado, que exigia relações sexuais em troca de pequenas quantias de dinheiro e, principalmente alimentos, devido ao estado de vulnerabilidade da maioria delas.

Duas adolescentes de 13 e 14 anos confirmaram a exploração sexual e contaram que outras meninas passavam pela mesma situação. Em julho do ano passado, a delegada Daniela Maidel requisitou a prisão do acusado, mas o mandado de prisão somente foi expedido na segunda-feira, 16, e cumprido nesta quarta-feira.

Os policiais encontraram com o policial aposentado um revólver calibre 32, sem registro. Por este fato, ele também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo. O inquérito será finalizado nos próximos 30 dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.