PM aposentado é preso acusado de estuprar filhas no Paraná

Homem conhecido como cabo Mota é apontado como autor de abuso de jovens de 14 e 16 anos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

24 Março 2011 | 16h19

SÃO PAULO - O policial militar, Jean Djalma Mota da Silva Filho, conhecido como cabo Mota, foi preso em Guaratuba, no Paraná, acusado de abusar sexualmente de suas duas filhas, de 14 e 16 anos, há alguns anos.

 

As vítimas, segundo a polícia, narraram o crime em detalhes e os fatos foram reduzidos a termo em inquérito policial que embasará a ação penal a ser proposta pelo Ministério Público, sujeitando o autor a uma pena que varia entre 8 a 15 anos de reclusão.

 

O criminoso foi preso na sua casa, onde foi encontrado um revólver calibre 38, municiado com cinco cartuchos intactos.

Mais conteúdo sobre:
Paraná estupro PM filhas Guaratuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.