PMs são suspeitos de extorquir e atirar em jovem no Rio

Moradora do Morro São Carlos levou tiro de carabina após extorsão; um dos dois policiais já foi preso

Central de Notícias,

28 Novembro 2009 | 19h27

Dois policiais militares são suspeitos de roubar e tentar assassinar uma jovem na noite de sexta-feira, 27, no Rio de Janeiro. A mulher, moradora do Morro São Carlos, levou um tiro de carabina no rosto e caiu num barranco, mas conseguiu sobreviver. Depois de abandonada pelos agressores, foi socorrida por um ciclista e encaminhada ao hospital. Ela denunciou os policiais e um deles foi preso na tarde deste sábado.

 

Veja também:

Homem morre em troca de tiros com PM no Morro dos Macacos

 

Segundo o delegado Alexandre Braga, a mulher foi abordada por um cabo e um soldado do Batalhão do Estácio à noite, próximo à Estação do Metrô do bairro. Ao descobrirem que ela tinha R$ 1.700, os dois roubaram o dinheiro e ainda tentaram extorquir R$ 20 mil.

 

O delegado contou que os dois rodaram com a vítima dentro do carro da polícia e de um veículo de um dos policiais. Depois, ela foi levada para a Estrada das Paineiras, no Alto da Boa Vista, onde dispararam contra a mulher.

 

"Acabaram levando essa moça para um lugar ermo, onde eles acabaram, provavelmente, querendo ocultar os crimes prévios que eles tinham cometido, dando um tiro nessa menina e abandonando-a num precipício", disse o delegado.

 

De acordo com a Polícia Civil, o Batalhão do Estácio está colaborando com as investigações. Na tarde de hoje, policiais militares recolheram as armas que estavam com os suspeitos, duas pistolas, um fuzil e uma carabina, e encaminharam para a Delegacia. As informações são da Agência Brasil.

Mais conteúdo sobre:
Rio violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.