Polícia descobre armas dentro de eletrodomésticos em presídio

Freezer e ventilador estavam recheados de celulares e pistolas; suspeita-se que carga seria usada em rebelião

Elder Ogliari, do Estadão,

25 Outubro 2007 | 18h28

A Brigada Militar (a Polícia Militar gaúcha) encontrou armas escondidas dentro de aparelhos eletrodomésticos usados por presos da Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), em Charqueadas, na região metropolitana de Porto Alegre.   Na noite de quarta-feira, 24, os policiais desconfiaram do sistema de fechamento de um freezer que estava voltando do conserto para uma galeria do presídio. Ao analisarem o aparelho, descobriram que o interior das paredes e da tampa estava "recheado" com 32 celulares, três pistolas, um revólver e munição.   Nesta quinta-feira, em procedimento semelhante, abriram um ventilador e descobriram mais cinco celulares, cinco baterias e quatro serras pequenas. O chefe de segurança do presídio, capitão Luís Fernando Silveira Abreu, disse que o caso será investigado. Uma das hipóteses é que as armas poderiam ser usadas numa rebelião.

Mais conteúdo sobre:
Armas presídio rebelião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.