1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Polícia divulga reconstituição de rosto de esquartejado de Higienópolis

Luciano Bottini Filho - O Estado de S. Paulo

05 Abril 2014 | 15h 14

Nome da vítima ainda não foi divulgado; reconstituição foi feita por meio de computador após morador de rua encontrar a cabeça no centro de São Paulo

SÃO PAULO - A Polícia Civil divulgou neste sábado, 5, a imagem de uma reconstituição do rosto do homem que teve a cabeça encontrada na Praça da Sé , no centro de São Paulo, e outros pedaços do seu corpo em Higienópolis, no mês passado.

O trabalho foi feito pelo Laboratório de Arte Forense do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que ainda não divulgou o nome da vítima. Uma família de um homem desaparecido reconheceu a cabeça. A vítima, segundo a família, teria desaparecido em março e uma mulher seria suspeita de ter dado a ordem de matá-lo, por vingança. A polícia aguarda os resultados de exame de DNA para confirmar a identidade da vítima.

Suspeito. Nesta sexta-feira, João Eduardo Jerônimo, de 29 anos, foi preso,  suspeito de envolvimento no crime. Ele é morador de rua, usuário de crack e já tinha passagem pela polícia por roubo. Jerônimo negou ter matado e esquartejado a vítima, mas confessou que distribuiu partes do corpo em Higienópolis.

O rosto de Jerônimo foi reconhecido por um investigador, que viu seu retrado falado em um jornal, assim que ele foi conduziado à delegacia por policiais militares, que o abordaram no bairro Bela Vista. Ele estaria sob efeito de drogas, o que, segundo os policiais, chamou a da PM.  

A imagem do suspeito divulgada pela polícia foi feita a partir dos vídeos que a polícia encontrou na região de Higienópolis em câmeras de segurança. O homem era foragido da Justiça desde janeiro, quando sua liberdade condicional foi revogada. A polícia deverá interrogá-lo novamente para obter mais detalhes do envolvimento e da participação de outras pessoas no crime.

 

 

 

 

  • Tags: