Polícia encontra ossadas em morro ocupado no Rio

Agentes do Bope procuram por mais restos mortais no Morro dos Macacos, zona norte da cidade

Solange Spigliatti, Central de Notícias

19 Outubro 2010 | 12h55

SÃO PAULO - Agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) encontraram ontem duas ossadas no Morro dos Macacos, na zona norte do Rio de Janeiro, local que foi ocupado na semana passada pelos policiais para a implantação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Segundo o Bope, foram encontrados dois crânios e partes de ossos parecidos com costelas. As ossadas estavam em uma região de mata, no alto do morro. Os policiais permanecem no local hoje à procura de mais ossadas no suposto cemitério clandestino.

Durante a ocupação no último dia 14 para a implantação da UPP, que contou com a atuação de 175 policiais militares, apenas um homem foi preso. Nenhuma arma foi apreendida. Segundo o Bope, os líderes do tráfico deixaram a favela nas últimas semanas. A polícia não enfrentou resistência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.