1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Polícia investiga vídeo que mostra decapitação de adolescente em SC

- Atualizado: 03 Fevereiro 2016 | 17h 20

Jovem recebeu golpes de machado e facadas; principal suspeita é de que ele tenha sido vítima de briga entre facções

FLORIANÓPOLIS - Três homens decapitaram um adolescente de 16 anos, em Joinville, no norte de Santa Catarina, e gravaram um vídeo do crime. As imagens circulam na internet. O jovem recebeu aproximadamente 30 golpes de machado e facadas. Os assassinos utilizavam máscaras, toucas e bonés. Eles não demonstravam medo ou culpa e até inseriram trilha sonora na gravação.

A cabeça do adolescente foi encontrada dentro de uma sacola de papelão no bairro Jardim Paraíso na terça-feira à noite. A Divisão de Investigações Criminais mobilizou uma força-tarefa para apurar o assassinato. A identidade do adolescente foi preservada.

A principal suspeita é que ele tenha sido vítima da briga entre as facções PGC (Primeiro Grupo da Catarinense), que comanda o tráfico em Santa Catarina e já orquestrou três ondas de atentados a ônibus, prédios e agentes de segurança entre novembro de 2012 e outubro de 2014, e o PCC (Primeiro Comando da Capital), facção paulista, que alastra seu poder no Estado cooptando novos integrantes.

O PCC é a maior facção criminosa do Brasil e busca em Santa Catarina a expansão do mercado de narcóticos. O resultado é o aumento da violência. Joinville, uma das maiores e mais ricas cidades catarinenses registrou apenas em janeiro 16 assassinatos.

A brutalidade dos criminosos é entendida pelos investigadores como um recado. Um das hipóteses é que o adolescente serviria uma das facções rivais.

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX