Polícia prende dez em acampamento cigano em Porto Real, no Rio

Os agentes investigavam denúncias de que no local existia objetos furtados, armas e drogas.

Priscila Trindade,

25 Março 2011 | 14h38

SÃO PAULO - Policiais civis realizam nesta sexta-feira, 25, uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão em um acampamento cigano no município de Porto Real, no sul do Estado do Rio de Janeiro. Os agentes investigam denúncias de que no local existem objetos furtados, armas e drogas.

 

O acampamento com cerca de 250 ciganos está localizado na Avenida Salvador, bairro Jardim das Acácias. Até as 13 horas, dez pessoas haviam sido presas. A polícia também apreendeu dois revólveres calibre 38, cerca de 30 munições para o mesmo calibre, certidões de nascimento e carteiras de trabalho falsas além de 10 pássaros silvestres. No local ainda foi constatado furto de energia e de água em pelo menos dez barracas.

 

A ação da 100ª Delegacia de Polícia conta com apoio de peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), policiais militares do 28ª Batalhão de Polícia Militar de Volta Redonda, guardas municipais de Porto Real e oficiais de Justiça.

Mais conteúdo sobre:
ciganos RJ armas drogas roubo acampamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.