1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Polícia prende médicos envolvidos na 'Máfia dos Órgãos'

Rene Moreira - Especial para o Estado

07 Fevereiro 2014 | 11h 28

Após mandados de prisão serem expedidos pela Justiça, Celso Scafi e Cláudio Fernandes foram localizados em suas casas

FRANCA - Acusados de remover órgãos e tecidos de forma irregular de pacientes, dois médicos foram presos na noite desta quinta-feira (6) em Poços de Caldas (MG). Suspeitos de pertencerem à chamada "Máfia dos Órgãos", Celso Roberto Scafi e Cláudio Rogério Carneiro Fernandes foram localizados em suas casas e mandados para o presídio.

Eles foram julgados no ano passado remoção e tráfico de órgãos de Paulo Veronesi Pavesi, de 10 anos. O advogado que os defende já declarou que ingressará com um pedido de habeas corpus ainda nesta sexta-feira, 7. Já o pai do menino, que mora na Europa, acaba de lançar um livro denunciando todo o caso.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo