Polícia prende suspeito de integrar milícia no Rio

Ubiraci da Fonseca, o Bira, estaria na liderança do 'Bonde do Jura', na Baixada Fluminense

Solange Spigliatti, Central de Informações

05 Novembro 2009 | 15h06

O miliciano Ubiraci Araújo da Fonseca, o "Bira", de 29 anos, foi preso no bairro de Morro Agudo, em Sulacap, zona oeste do Rio, por policiais da 56.ª Delegacia de Polícia (Comendador Soares). Ele estava com um Fiat Siena na hora em que foi detido e, desarmado, não reagiu à prisão.

 

Contra Bira havia um mandado de prisão preventiva por homicídio e formação de quadrilha, expedido pela 2.ª Vara Criminal de Nova Iguaçu. Remanescente da quadrilha de milicianos que atuava na Baixada Fluminense, denominada "Bonde do Jura", Bira assumiu a chefia dos milicianos após a prisão do sargento Jura, no último dia 27 de agosto, durante a operação Descarrilamento.

 

Durante a ação foram cumpridos 13 mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão. Segundo o delegado Marcos Santana, titular da 56.ª DP, Bira foi o único miliciano que conseguiu fugir ao cerco dos policiais que participavam da operação, os quais foram recebidos a tiros quando cercaram sua residência, no bairro da Cacuia, em Nova Iguaçu, ocasião em que Bira escapou pelos fundos da casa.

Mais conteúdo sobre:
Bira Bonde do Jura Rio milicia violencia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.