Prefeitura começa a demolir prédio interditado em Belo Horizonte

Edifício está localizado ao lado de imóvel que ruiu no último dia 10 no bairro Buritis

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

13 Janeiro 2012 | 14h59

SÃO PAULO - A Prefeitura de Belo Horizonte iniciou na manhã desta sexta-feira, 13, o processo de preparação para a demolição do edifício Art de Vivre, no bairro Buritis, vizinho ao prédio Vale dos Buritis que desabou no último dia 10.

No dia 11, a Justiça de Minas Gerais determinou que a construtora responsável pela obra colocasse o prédio abaixo no prazo máximo de 10 dias, sob pena de multa diária de R$ 20 mil, devido ao risco "real de desabamento".

A prefeitura disse ter assumido a "responsabilidade pela execução dos serviços de demolição”. Em sua decisão, o juiz Renato Luis Dresch, da 4ª Vara de Feitos da Fazenda Pública Municipal, declarou que se a demolição não fosse iniciada imediatamente os danos poderiam ser ainda maiores.

O prédio Vale dos Buritis estava interditado desde o início do período chuvoso na cidade, em outubro do ano passado, quando o rompimento do encanamento de água na rua fez surgir largas fissuras na fachada e na calçada na frente do imóvel. No dia 9, o juiz Alexandre Quintino Santiago, da 16ª Vara Cível do Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, ordenou a demolição emergencial do edifício, mas a estrutura ruiu antes que a medida fosse cumprida. Ninguém se feriu.

Mais conteúdo sobre:
prédio Belo Horizonte Minas Gerais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.