Presas jovens acusadas de raptar criança de maternidade

O bebê, de 13 dias de vida, foi levado por duas primas do Hospital São José, em Ilhéus (BA)

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

28 Outubro 2010 | 06h08

Duas primas, apontadas pela polícia como responsáveis pelo roubo de um bebê no interior da maternidade do Hospital São José, em Ilhéus (BA), litoral baiano, foram detidas e apresentadas pela polícia nesta quarta-feira, 27, após uma denúncia anônima.

 

O bebê, que nasceu no último dia 14, estava em poder de Érica Nascimento de Jesus, de 20 anos, na residência da acusada, no bairro São Domingos. A prima de Érica, a adolescente E.S.S., 17, também participou do crime e foi detida ao lado jovem que, segundo vizinhos, perdeu uma criança recentemente e pretendia criar a menina sequestrada. Érica foi autuada por subtração de incapaz.

 

Luiza Vitória, nome com o qual a recém-nascida foi batizada pelos pais, foi levada dos braços da avó, que é deficiente visual, quando a mãe Luziane Gonçalves, de 16 anos, voltou ao hospital para uma consulta pós-parto. Após o roubo da criança, o pai, Laércio Souza dos Santos, 22 anos, registrou boletim de ocorrência. As duas jovens, quando retiraram a criança dos braços da avó, disseram que iriam levá-la para tomar vacina e não voltaram mais.

Mais conteúdo sobre:
bebê maternidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.