Presidente de sindicato de carga está preso em Guarulhos

O presidente da Sindicato dos Motoristas de Carga de São Paulo e Itapecerica da Serra, José Carlos de Sena, foi transferido na noite desta quinta-feira do Hospital do Coração para uma cela do 1º Distrito Policial de Guarulhos, na Grande São Paulo. Sena estava internado com problemas cardíacos desde o dia 25. Ele é suspeito de envolvimento no assassinato do presidente do Sindicato dos Motoristas de Guarulhos, Maurício Alves Cordeiro, em 2001. Sena é alvo da força-tarefa que investiga as irregularidades cometidas por sindicalistas e empresários do setor de transportes da capital paulista e região. O Ministério Público Federal (MPF) informou que Sena tem patrimônio "muito incompatível" com o que afirma receber como sindicalista. Os procuradores da República vão pedir à Justiça Federal a quebra do sigilo bancário de Sena.

Agencia Estado,

05 Junho 2003 | 21h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.