Preso 7.º policial acusado de atirar contra adolescente em Manaus

Agente estava escondido na casa de amigos na capital amazonense; menino levou três tiros dos PMs

Marília Lopes, Central de Notícias

28 Março 2011 | 12h31

SÃO PAULO - O sétimo policial militar envolvido na tentativa de homicídio de um adolescente em Manaus foi preso no último sábado, na capital amazonense. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, o agente estava escondido na casa de amigos e foi preso durante a manhã.

 

 

Veja também:

linkPeluso, sobre jovem: 'Se salvou por má pontaria'

 

Os sete policiais são investigados por envolvimento na tentativa de assassinato do adolescente de 14 anos, em agosto de 2010. O menor levou três tiros a queima-roupa, mas sobreviveu. O caso só veio a tona nas últimas semanas.

 

Os PMs alegam que o garoto fazia parte de um grupo de traficantes, mas o adolescente, que agora entrou para o Programa Estadual de Proteção a Vítimas e Testemunhas (Provita), diz ter sido atacado sem motivo.

 

Na quinta-feira, os outros seis policiais foram presos. Eles estão no Batalhão de Guarda da corporação, em Manaus. Segundo a Secretaria, o caso é investigado pela Corregedoria Geral da SSP.

Mais conteúdo sobre:
Manaus PM polícia SSP abuso adolescente AM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.