Presos fazem culto evangélico para tentar fugir em Curitiba (PR)

Grupo tentou serrar as grades das celas enquanto os 'fiéis' cantaram e oravam

Julio Cesar Lima - Especial para o Estado de S. Paulo,

12 Setembro 2012 | 20h07

CURITIBA - Um grupo de presos da carceragem provisória da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), na Vila Isabel, em Curitiba, tentou aproveitar o barulho promovido por um falso culto evangélico - em que os "fiéis" oravam e gritavam - para escapar da prisão, mas foi impedido pelos policiais.

O fato aconteceu na madrugada desta quarta-feira, 12, e a simulação do culto foi confirmada pelo delegado Gerson Machado. "[Os presos] organizavam um culto religioso para poder, em meio a orações e músicas cantadas em som alto, serrar as grades", disse o delegado por meio de uma nota.

Segundo Machado, o Centro de Operações Policiais Especiais (COPE) foi chamado para conter o motim. A delegacia tem capacidade para 50 presos, mas abriga 110 e chegou a ser alvo de críticas do grupo ligado aos direitos humanos da OAB. Essa é a quarta tentativa de fuga em menos de dois meses.

Os três líderes da tentativa frustrada foram transferidos para o Centro de Triagem II, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.