Professores do Rio vão entrar em greve na segunda-feira

Profissionais das redes estadual e municipal exigem reajuste salarial de 20%, plano de carreira unificado, eleição direta para diretores e outras mudanças estruturais

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

07 Maio 2014 | 23h42

RIO - Os professores das redes estadual e municipal de ensino do Rio decidiram nesta quarta-feira, 7, entrar em greve a partir da próxima segunda-feira. Eles fizeram uma paralisação de 24 horas nesta quarta e, à tarde, promoveram uma assembleia da categoria em um clube na Tijuca (zona norte).

Os professores exigem reajuste salarial de 20%, plano de carreira unificado, eleição direta para diretores e outras mudanças estruturais.

Na sexta-feira, 9, haverá uma audiência de diretores do sindicato dos professores com a Secretaria Municipal de Educação do Rio, para discutir as reivindicações.

Em 2013 os professores das duas redes promoveram uma greve que gerou muita repercussão e até confrontos entre professores e policiais durante atos públicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.