1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Proibido de usar bermuda, homem vai ao trabalho de saia no Rio

Fábio Grellet - O Estado de S. Paulo

04 Fevereiro 2014 | 18h 45

De acordo com André Amaral Silva, de 41 anos, o prédio onde trabalha permite apenas às mulheres o ingresso com bermudas

RIO - Proibido de entrar de bermuda no prédio onde trabalha, no centro do Rio, o ilustrador André Amaral Silva, de 41 anos, foi hoje ao trabalho vestindo saia. Segundo Silva narrou pela internet, o prédio permite o ingresso de mulheres trajando bermuda, mas a mesma peça é proibida para homens.

Silva contou que, quando chegou ao prédio, o porteiro ficou em dúvida se autorizava ou não a entrada dele e consultou o administrador do edifício, um policial militar. O PM liberou o acesso ao imóvel.

"Depois de dois anos trabalhando sem ar condicionado em meu prédio e após ter tentado buscar uma solução com os administradores durante todo esse tempo, sem sucesso, resolvi vir trabalhar de saia. O rapaz da portaria quis me barrar, surpreso e constrangido, e pediu que me dirigisse ao coronel PM que administra o prédio. Expliquei para ele a situação e o mesmo, muito gentil e cordato e sem a mínima surpresa, orientou o porteiro dizendo a ele: 'Pô, de saia pode deixar entrar'. E viva o verão e o esclarecimento, por que é que eu nunca fiz isso antes é que não sei", postou André.

O episódio narrado no Facebook causou grande repercussão no site de relacionamentos, sendo curtido e compartilhado por mais de 4 mil pessoas em poucas horas.

Calor. Esta terça-feira foi o dia mais quente do ano no Rio: o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 40,8°C na estação de Santa Cruz, na zona oeste. Foi o segundo dia de recorde: na segunda, a temperatura havia chegado a 40,6°C, até então a maior de 2014. O recorde de 2013 foi de 40,9°C, em 8 de janeiro.