PT do Piauí aposta em Dilma para alavancar Wilson Martins

O PT do Piauí confirmou que a candidata Dilma Rousseff (PT) irá ao Estado reforçar a campanha do governador Wilson Martins (PSB). Dilma obteve 67,08% dos votos do Estado ou 1.088.205 votos. Wilson teve 725.563 votos, correspondente a 46,37% do eleitorado.

Luciano Coelho ESPECIAL PARA O ESTADO TERESINA, O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2010 | 00h00

A coordenação de campanha de Sílvio Mendes (PSDB) e José Serra no Piauí informou que há possibilidade de o presidenciável voltar ao Estado para reforçar a sua votação e apoiar Sílvio. Serra teve 339.445 votos, o equivalente a 22,09% do eleitorado. Silvio ficou com 470.660 votos, equivalente a 30,08% dos eleitores.

Segundo o coordenador de campanha do PSDB, Washington Bonfim, o partido vai se reunir amanhã em Brasília para discutir os próximos passos, estratégia e planejamento da segunda fase da eleição.

"Respeitamos as prioridades, mas há possibilidade de Serra voltar ao Piauí, ao contrário da Dilma, que prometeu e não veio", comentou.

O PT informou que a candidata Dilma Rousseff ligou para o senador João Vicente Claudino (PTB), terceiro colocado nas eleições do Piauí, com 337.028 votos, equivalente a 21,54% do eleitorado, agradecendo a votação e pedindo apoio para o segundo turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.