Queda de avião causa mortes de piloto e empresário paulista em MS

Luís Fernando de Arruda Ramos, empresário do setor imobiliário, concorreu pelo PTB à prefeitura de Araçatuba nas últimas eleições

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

28 Maio 2017 | 18h24

O empresário Luís Fernando de Arruda Ramos, de 47 anos, morador de Araçatuba, interior de São Paulo, morreu na queda de seu avião numa fazenda em Coxim, neste domingo (28), no interior do Mato Grosso do Sul. Ramos seguia para sua fazenda em Porto Espiridião, noroeste do Mato Grosso, quando a aeronave teve uma pane. O acidente vitimou também o piloto da aeronave, Fábio Pinho. De acordo com as informações dos bombeiros de Coxim, o bimotor modelo Piper Seneca V, de prefixo PT-WPD se chocou com árvores e pegou fogo ao atingir o solo, na Fazenda Siriema, a 25 km da cidade.

O empresário e o piloto morreram carbonizados. Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) esteve no local para iniciar as investigações das causas do acidente. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Coxim. Luis Fernando era dono da empresa do setor imobiliário Lomy Engenharia, com sede em Araçatuba, e concorreu à prefeitura da cidade nas últimas eleições pelo PTB. A aeronave pertence também ao ex-prefeito de Buritama (SP), Izair dos Santos Teixeira, dono da Cerâmica Buritama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.