Quinze crianças são internadas após intoxicação por leite contaminado

Produtos foram recolhidos; 12 crianças foram liberadas, mas três continuam internadas em observação

estadao.com.br,

22 Setembro 2012 | 19h41

Quinze crianças foram internadas sob suspeita de intoxicação por nitrito após tomarem leite no estado de em Santa Catarina. Três ainda estão internadas sob observação médica. As informações são do site G1.

 

Os casos foram descobertos durante a semana após crianças apresentarem a região peitoral arroxeada. "Estava com as mãos roxas, vermelhas. A boca e os pés também", afirmou Walter Britos, pai de um dos meninos internados. O diretor do hospital, Roberto Souza Morais, afirmou que o quadro é estranho e preocupante. 

 

A partir da análise dos casos, foi confirmado o diagnóstico de metemoglobinemia, alteração no sangue que pode levar à morte, geralmente provocada pelo consumo de algum produto.

 

Produtos recolhidos

 

Na terça-feira (25), deve sair o laudo oficial sobre a causa dos sintomas. Os produtos sob suspeita de contaminação foram recolhidos pela Vigilância Sanitária. A Vigilância Sanitária de Santa Catarina e o Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) também interditaram provisoriamente a fábrica Papenborg Laticinios Ltda assim como os produtos da marca "Holandês". 

 

Por conta de uma suspeita de contaminação, os lotes do leite de número 0687 e 0689 foram recolhidos e inutilizados, segundo o site G1. Quem tiver estes produtos em casa não deve consumi-los.

 

A empresa divulgou uma nota oficial em que afirma ter tomado medidas para prevenir qualquer problema aos consumidores. Também informa que, juntamente com a Vigilância Sanitária e os distribuidores, recolheu os lotes suspeitos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.