Recém-nascida atirada em rio em MG continua em coma

Continua em coma a recém-nascida encontrada no Rio Arrudas, em Contagem, Minas Gerais, no último domingo, 30. De acordo com nota divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde, na manhã desta quarta-feira, 3, os médicos retiraram todos os sedativos para avaliar se a criança terá algum tipo de reação.   Na tarde desta quarta-feira, a recém-nascida passará por um ultra-som transfontanelar para determinar a extensão da lesão cerebral, constatada por exames realizados na terça. Ela segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da Maternidade Municipal, onde respira com a ajuda de aparelhos. A mãe da menina, Elisabete Cordeiro dos Santos, de 25 anos, suspeita de ter atirado a filha de uma janela, continua presa.

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

03 Outubro 2007 | 11h31

Mais conteúdo sobre:
recém-nascida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.