1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Região Metropolitana de Recife tem sete homicídios durante greve dos PMs

Angela Lacerda - Correspondente/O Estado de S. Paulo

15 Maio 2014 | 09h 36

Média supera até as mortes registradas nos fins de semana, quando número de crimes é maior

RECIFE - A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) informou que das 19 horas desta quarta-feira, 14, às 7 horas desta quinta-feira, 15 - em meio à greve dos bombeiros e policiais militares -, sete homicídios ocorreram na Região Metropolitana do Recife, além de sete tentativas de assassinato. Para a delegacia, o número excede a média registrada durante os finais de semana, quando há um maior número de crimes do que durante a semana, que é de no máximo seis.

O município metropolitano de Abreu e Lima, palco de arrombamentos e saques no seu comércio na noite desta quarta-feira, continuou alvo de vândalos na manhã desta quinta-feira. No bairro de Caetés, mercadinhos foram invadidos por populares que levaram suas mercadorias. Ainda sem a presença da Força Nacional nas ruas, os atos ocorreram livremente.

O centro da cidade amanheceu como palco de guerra e os comerciantes contabilizam prejuízos. Depois de quebrarem e arrombarem portas, lojas de calçados e eletrodomésticos foram saqueadas. Muita gente circulava carregando geladeiras, fogões, televisões e computadores. A prefeitura de Abreu e Lima decretou ponto facultativo nesta quinta-feira, o que foi seguido pela prefeitura do município metropolitano de Paulista.