Região Serrana do Rio de Janeiro tem 345 desaparecidos após tragédia

Pessoas nesta situação somam 180 em Teresópolis, 85 em Nova Friburgo, 47 em Petrópolis, uma em Sumidouro e 32 em localidades não informadas

Priscila Trindade, Central de Notícias

23 Março 2011 | 09h57

SÃO PAULO - O Estado do Rio de Janeiro contabiliza 345 pessoas desaparecidas em decorrência do temporal que atingiu a Região Serrana do Rio em janeiro deste ano. A catástrofe matou mais de 900 pessoas nos municípios da região.

 

A atualização de desaparecidos foi feita pelo Programa de Identificação de Vítimas (PIV) e divulgada na noite de terça-feira, 22, pelo Ministério Público (MP) do Rio. Segundo o MP, foram contabilizados 180 desaparecidos em Teresópolis, 85 em Nova Friburgo, 47 em Petrópolis, uma em Sumidouro e 32 em localidades não informadas.

 

As informações registradas por parentes e amigos são checadas com os dados de hospitais, IML e abrigos. A lista nominal pode ser consultada no site www.mp.rj.gov.br.

 

POSTOS

O PIV em Petrópolis funciona na Coordenação do Centro Regional, na Rua Marechal Deodoro, número 88, no centro da cidade. Outro posto de atendimento pode ser encontrado na Sala do MP no Fórum do Distrito de Itaipava, na Estrada União Indústria s/nº, ao lado do Corpo de Bombeiros. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas. Em Teresópolis, o posto do PIV funciona na Praça Luís de Camões s/nº, no centro, e o de Friburgo, na Praça Demerval Barbosa s/nº, também na região central.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.