1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Relembre os piores acidentes aéreos do Brasil

01 Junho 2009 | 14h 35

Até o desaparecimento do voo 447 da Air France, acidente da TAM era considerado o pior do País

O voo 447 da Air France que fazia o trajeto Rio-Paris desapareceu na madrugada desta segunda-feira, 1, com 228 pessoas a bordo. O Brasil já registrou desde 1980 cerca de 13 acidentes graves com aviões.

 

Veja também:

Avião que ia do Rio a Paris com 228 a bordo desaparece no Atlântico

blog Acompanhe a cobertura pelo blog Tempo Real

lista Voo 447: Confira os passageiros confirmados até o momento

som Podcast: Especialista não tem dúvidas de que avião da Air France caiu no mar

som Podcast: Coronel da FAB fala sobre o desaparecimento do avião da Air France

especial Cronologia dos piores acidentes aéreos dos últimos dez anos

mais imagens Veja Galeria de fotos

especial Anac monta sala no Galeão para familiares; veja telefones de contato

video TV Estadão: Especialista fala sobre o acidente

Airbus pode ter sido atingido por raio durante tempestade

Voo 447 pode ter tido problemas em zona intertropical

'Eu fiquei branco, não sabia o que fazer', diz brasileiro em Paris

Ministro francês descarta que avião ainda esteja voando

 

O último aconteceu no dia 23 de maio, quando um avião particular King Air B350 caiu no Estado da Bahia e as quatorze pessoas a bordo morreram. Em 2007, o acidente com um Airbus A320 da TAM matou os 187 ocupantes e mais 12 pessoas que estavam em terra, quando a aeronave saiu da pista do aeroporto de Congonhas e se chocou com um prédio. Quase dez meses antes, a queda de um Boeing da Gol na Floresta Amazônica deixou 154 mortos.

 

Conheça os principais acidentes registrados no Brasil desde 1980:

 

13 de abril de 1980: um Boeing 727 da companhia Transbrasil bate em um morro em Florianópolis, em Santa Catarina, e mata 54 pessoas

 

12 de junho de 1982: um avião da companhia Taba cai em Tabatinga, no Amazonas, e deixa 44 mortos

 

8 de junho de 1982: um Boeing 727 da Vasp bate em uma colina, pouco antes da aterrissagem em Fortaleza, no Ceará, e deixa 137 mortos. Na época, foi o maior desastre aéreo da aviação nacional

 

22 de março de 1989: um cargueiro da companhia aérea Transbrasil cai sobre a favela Jardim Ipanema, na cidade de Guarulhos. Três tripulantes e 22 pessoas em terra morrem

 

2 de março de 1996: nove pessoas, entre as quais os cinco integrantes do grupo Mamonas Assassinas, morrem na colisão de um jato Learjet contra a Serra da Cantareira, em São Paulo

 

31 de outubro de 1996: Fokker 100 da TAM cai em uma área residencial perto do Aeroporto de Congonhas e deixa 99 mortos

 

16 de dezembro de 2000: sete da mesma família morrem na queda de um bimotor em SP

 

21 de junho de 2000: a queda de um bimotor Sêneca no Pantanal mata 6 pessoas no MS

 

30 de agosto de 2002: avião Brasília da Ricco Linhas Aéreas cai no Acre e 23 pessoas morrem

 

29 de setembro de 2006: o maior acidente aéreo do País até então mata as 154 pessoas que estavam a bordo do voo 1907 da Gol, depois de uma colisão com um jato executivo Legacy

 

31 de março de 2006: avião LET-410 operado pela companhia Team Transportes Aéreos bateu em uma montanha no norte do Estado do Rio de Janeiro, matando os 19 ocupantes

 

17 de julho de 2007: um Airbus A320 operado da TAM sai da pista, se choca contra um edifício e pega fogo em São Paulo. Os 187 ocupantes morreram e 12 pessoas que estavam em terra. É considerado o pior acidente aéreo do País

 

8 de fevereiro de 2009: um avião EMB-110 Bandeirante operado por uma companhia regional caiu no rio Manacapuru, na selva amazônica brasileira, deixando 24 mortos. Quatro pessoas sobreviveram

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo