Resgate quebra pedra para tirar homem preso em cisterna

Homem de 63 anos está em buraco de 23 metros de profundidade e 85 centímetros de largura em Minas Gerais

Ítalo Reis, do estadao.com.br,

28 Outubro 2008 | 15h48

O Corpo de Bombeiros continua tentando resgatar José Francisco da Silva, de 63 anos, que está preso no fundo de uma cisterna num sítio da cidade de Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. O resgate já dura mais de 35 horas. Segundo os bombeiros, a equipe de resgate fragmenta, lentamente, a pedra que prende a vítima no local.   De acordo com os bombeiros, o ritmo de trabalho é lento para garantir a segurança de Silva e do soldado que está no local, para que manilhas não caiam, piorando a situação. Uma bomba de sucção foi instalada para evitar que o nível da água suba na cisterna. A vítima está presa desde às 8h30 de segunda-feira no local, que fica no condomínio Ouro Verde. O local tem 85 centímetros de diâmetro e 23 metros de profundidade.   Conforme os bombeiros, a operação é complicada devido ao espaço estreito e a posição em que se encontra a vítima. Silva fazia uma escavação no reservatório quando uma pedra se deslocou e prendeu sua perna. A pressão e a respiração de Silva - que permanecia consciente - estão sendo monitoradas pelos bombeiros. Os trabalhos não foram interrompidos em nenhum momento.

Mais conteúdo sobre:
cisterna Belo Horizonte resgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.