1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Reunião extraordinária em Brasília discute violência em prisão no MA

Agência Brasil

09 Janeiro 2014 | 09h 47

Integrantes do Conselho de Defesa de Direitos da Pessoa Humana foram convocados para encontro nesta quinta

BRASÍLIA - A situação no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, e as violações de direitos humanos cometidas contra presos serão debatidas na tarde desta quinta-feira, 9, em reunião extraordinária do Conselho de Defesa de Direitos da Pessoa Humana, da Secretaria de Direitos Humanos, presidido pela ministra Maria do Rosário. O encontro ocorre às 15h30, na sede da secretaria.

O conselho é composto por representantes do Ministério Público Federal, do Ministério das Relações Exteriores, de associações brasileiras de educação e imprensa e do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de membros da Câmara dos Deputados, do Senado e da Secretaria de Direitos Humanos.

Na terça-feira, a Anistia Internacional considerou inaceitáveis os casos de presos decapitados nas penitenciárias e as denúncias de estupro de mulheres e irmãs de presidiários durante as visitas. Na quarta, a Organização das Nações Unidas (ONU) pediu a investigação imediata da violência dentro de Pedrinhas. 

De acordo com autoridades do Maranhão, os ataques a ônibus e delegacias na última sexta-feira, 3, foram uma resposta dos criminosos às mudanças impostas pela polícia no interior do complexo penitenciário. Uma menina de 6 anos, que teve 95% do corpo queimado após o ônibus em que estava ser incendiado, morreu.