Rodízio para VUCs será prorrogado por seis meses

A Secretaria Municipal dos Transportes (SMT) anunciou ontem que vai prorrogar por seis meses o rodízio de placas pares e ímpares para a circulação dos Veículos Urbanos de Carga (VUCs). A decisão ocorre às vésperas da entrada em vigor da terceira etapa do Decreto 49.636, que previa a proibição desses veículos na Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC), área de 100 quilômetros quadrados dentro do centro expandido, entre 5 e 21 horas, como já acontece com os caminhões maiores. Um novo decreto deve ser publicado hoje no Diário Oficial do Município. Fotos do acidente que parou SP na quinta As medidas anunciadas para melhorar o trânsito Acompanhe a situação do trânsito em São Paulo Especial: números da frota e como a cidade parou Reportagem do Estado de ontem mostrou que havia um clima de incerteza entre as pessoas que trabalham com transporte de carga. Isso porque o prefeito Gilberto Kassab (DEM) e o secretário dos Transportes, Alexandre de Moraes, avisaram diversas vezes que a regra que proíbe os VUCs não entraria em vigor, uma vez que as demais medidas para melhorar o trânsito já haviam atingido bons resultados. Segundo a SMT, a permanência do rodízio foi decidida porque houve uma melhora de até 30% em alguns horários, em decorrência do pacote do trânsito, que começou com a proibição dos caminhões na ZMRC, em 30 de junho.

Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

31 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.