RS tem pelo menos 74 mil consumidores sem energia elétrica

Região metropolitana é a mais afetada; previsão do tempo no estado é de chuva para este domingo

Maíra Teixeira, da Central de Notícias,

21 Novembro 2009 | 16h39

Cerca de 74 mil unidades consumidoras, entre casas e prédios comerciais, continuam sem energia elétrica neste sábado, 21, no estado do Rio Grande do Sul. A região mais prejudicada pelas fortes chuvas e vendavais que atingiram o estado nesta semana é a região metropolitana. A previsão do tempo no estado é de chuva para este domingo, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A cidade mais atingida é São Lourenço do Sul.

Veja também:

linkGaúchos reparam estragos sob ameaça de mais chuva

linkSobe para oito número de mortos em temporais no Sul 

 

A AES Sul, responsável pelo fornecimento de parte da região metropolitana, região dos vales, central e fronteira oeste tem ainda 20 mil consumidores sem energia. A região mais prejudicada é a metropolitana, principalmente as cidades de Novo Hamburgo, Canoas, São Leopoldo, Esteio e Sapucaia. A empresa trabalha para normalizar o fornecimento neste fim de semana.

 

A Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE), que atende parte da região metropolitana de Porto Alegre, o litoral norte e sul e a zona sul, tem ainda 34 mil unidades sem fornecimento. Segundo a assessoria de imprensa da CEEE, as equipes estão trabalhando para restabelecer a energia o mais rápido possível. A região mais atingida é a da cidade de São Lourenço do Sul, que permanece com uma grande área urbana alagada, o que dificulta o conserto da rede.

 

Mais 20 mil clientes da concessionária Rio Grande Energia (RGE) estão sem energia elétrica, em trechos da região norte e nordeste, nas cidades de Gravataí e Cachoeirinha (ambas na região metropolitana) e em Taquara, no Vale do Paranhana. A RGE espera restabelecer o fornecimento ainda neste sábado.

Mais conteúdo sobre:
chuva Rio Grande do Sul energia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.