São Paulo volta a registrar calor recorde: 34,3°

A cidade de São Paulo registrou ontem o dia mais quente do ano: foram 34,3 graus - a mesma marca que havia sido alcançada em 23 de setembro. Clubes e parques municipais ficaram lotados. Segundo o meteorologista da Climatempo André Madeira, tanto calor no feriado de Nossa Senhora da Aparecida ocorreu por causa da aproximação de uma frente fria na cidade."Antes da frente fria chegar, um vento quente sopra do interior do continente para cá, trazendo ventos muito quentes", explica. A umidade do ar chegou a 20%, o que é considerado estado de alerta. Nesse tipo de clima, as pessoas devem pingar soro no nariz e não praticar esportes com regularidade. Dentro de casa, o ideal é usar bacias de água. Mas a temperatura elevada de ontem não deve permanecer neste sábado. Hoje, a previsão é de chuva à tarde.Pela manhã, o sol aparece entre nuvens e a máxima prevista é de 31 graus. O mesmo deve acontecer no litoral sul. Já amanhã, o céu amanhece nublado e há previsão de chuva. A temperatura deve cair ao longo da próxima semana. Os turistas que passam o feriado prolongado na Baixada Santista aproveitaram o sol e o calor de ontem e não tiveram problemas de falta d?água. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Sabesp, as poucas reclamações recebidas pelo telefone 195 (disque-Sabesp) foram de moradores do distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, uma região popular sem hotéis ou casas de veraneio. A estatal acredita que as manobras operacionais realizadas pelo sistema integrado da Baixada, que remaneja água de um município para o outro, ajudaram a amenizar o problema. A Sabesp afirma ainda que a campanha para o uso racional da água também funcionou. Com 100% da rede hoteleira ocupada, o secretário de Turismo, Valter Batista, acredita que o Guarujá deva receber 400 mil visitantes nesse feriado. Ele admite a preocupação com a possibilidade de falta d?água, mas considera que o alerta da Sabesp não influenciou no fluxo de turistas. "Os problemas têm sido muito isolados."

O Estadao de S.Paulo

13 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.