Sem rodízio, SP tem recorde de lentidão e congestionamento

Índice de congestionamento está dois terços maior do que a média de 2006

Agencia Estado

03 Julho 2007 | 15h28

Com a suspensão do rodízio municipal, o trânsito ficou carregado nas principais vias da capital paulista na noite desta segunda-feira, 2, por conta do excesso de veículo. Às 19 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), mediu 140 quilômetros de congestionamento em toda a cidade. A média para o horário, registrada às segundas-feiras de julho do ano passado, é de 83 quilômetros. Segundo a CET, no mesmo horário, o pior trecho estava na pista expressa da Marginal Tietê, sentido Lapa-Penha, onde o engarrafamento era de 7,6 quilômetros, desde a Ponte Julio de Mesquita Neto até a Rua Azurita. Na Avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal do Pinheiros, onde a lentidão era de 7,1 quilômetros, desde o Viaduto Aliomar Baleeiro até a Marginal Pinheiros. Já na via expressa da Marginal do Pinheiros, sentido Rodovia Castelo Branco, a morosidade era de 5,1 quilômetros, desde o Viaduto Américo Brasiliense até a Ponte Cidade Jardim. O rodízio de veículos está suspenso até o próximo dia 13. A Secretaria Municipal de Transportes tomou a decisão experimentalmente, contando com uma redução do número de veículos nas ruas por conta das férias escolares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.