Senadora do DEM faz discurso em defesa de Dilma

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO), uma das mais ativas parlamentares da oposição ao governo Lula, usou a tribuna do Senado na noite de terça-feira para elogiar a política fiscal da presidente Dilma Rousseff e à decisão de fixar o salário mínimo em R$ 545. O DEM queria R$ 560. "A presidente apresentou um salário possível, compatível com a realidade atual, anunciou um corte de despesas significativo, de R$ 50 bilhões", disse. "Deixei de votar com o meu partido. Votei com o Brasil, contra a inflação."

, O Estado de S.Paulo

03 Março 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.