1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Serra da Saudade (MG) ostenta título de cidade menos populosa do País

Marcelo Portela e José Maria Tomazela - O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2014 | 21h 36

Número de moradores é 822, um pouco menos que a segunda colocada, Borá, em São Paulo; municípios têm vida pacata 

SÃO PAULO - Serra da Saudade, em Minas, e Borá, no interior paulista, ostentam o título de menores municípios do País, com 822 e 835 moradores, respectivamente. Ruas calmas, onde a vida passa devagar e nas quais todos se conhecem pelo nome ou apelido, formam o cenário cotidiano.

Não há fábricas nem comércio forte. “Quero que continue assim. Vejo nesses programas na TV os crimes e outros problemas das cidades grandes. Aqui é muito tranquilo”, afirmou Ivamar Braga, filho de dona Lia, proprietária da única pensão de Serra da Saudade. 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o produto interno bruto (PIB) per capita do município mineiro era de R$ 14,5 mil em 2011. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), há 1.105 eleitores cadastrados, mas muitos deixaram de viver em Serra da Saudade. 

Em Borá, a maioria dos 835 moradores gostou dos números divulgados nesta quinta-feira. “Estamos vendo de forma positiva, pois significa que a cidade está progredindo. Antes a gente dizia que era de Borá e comentavam: ah, aquela cidadezinha!”, disse a funcionária pública Irene Fagundes. 

O município ganhou um morador. “Dá até para saber quem é o novo morador, pois todos aqui se conhecem”, disse Irene. Ela acredita que algumas pessoas migraram para a cidade depois que a prefeitura inaugurou um conjunto habitacional de cem casas - o primeiro da cidade - no ano passado. “Veio gente nova para compensar os que foram embora ou morreram”, disse.