CORPO DE BOMBEIROS
CORPO DE BOMBEIROS

Bombeiros interditam parque de Goiânia; nº de feridos chega a 13

Dois adultos estão internados em estado grave; local não tinha responsável técnico pela manutenção dos brinquedos

Marília Assunção, Especial para o Estado

27 Julho 2017 | 12h14

GOIÂNIA - O Corpo de Bombeiros de Goiás anulou nesta quinta-feira, 27, o certificado de funcionamento do Parque Mutirama, em Goiânia. A decisão  de interditar o local é decorrente do acidente que deixou 13 pessoas feridas no início da tarde desta quarta-feira, 26. 

O número de feridos subiu após o balanço final dos órgãos que prestaram socorro às vítimas, entre adultos, crianças e adolescentes. Ambulâncias dos bombeiros, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Secretaria de Saúde de Goiânia transportaram os feridos para diversos prontos-socorros da capital.

Dois adultos estão internados em estado mais grave.

O tenente-coronel dos bombeiros Fernando Augusto Caramaschi de Mello informou ao Estado que o acidente foi determinante para a anulação do certificado, já que também tornou-se pública a falta de responsável técnico pela manutenção dos brinquedos desde janeiro.

"A falha técnica no brinquedo e a identificação de outros que exigem anotação de responsabilidade técnica levam à interdição de todos os brinquedos do parque", explicou o tenente-coronel.

De acordo com ele, a administração da unidade, feita pela Agência Municipal de Turismo Eventos e Lazer (Agetul), precisa apresentar a anotação técnica de todos os brinquedos.

"Após isso, os bombeiros farão nova vistoria e só então será emitido novo certificado de funcionamento", disse o tenente-coronel.

O parque já tinha sido fechado nesta quarta-feira pelo prefeito Iris Rezende Machado (PMDB), mas a interdição do Corpo de Bombeiros tem força superior.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Goiás [estado]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.