Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Soldado é suspeito de matar namorada, sogra e mãe e se suicidar

Policial nunca tinha apresentado problemas na corporação, segundo a PM; motivação pode ser passional

Leonardo Augusto, Especial para o Estado

12 Agosto 2017 | 18h17

Belo Horizonte – Um soldado da Polícia Militar é acusado de assassinar a namorada, que também era PM, a sogra, a mãe e em seguida cometer suicídio neste sábado, 12, em Minas Gerais. As mortes aconteceram em Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado, e em Rio Pomba, na Zona da Mata, segundo informações da corporação.

O soldado, que se chamava Igor Quintão Vieira, de 23 anos, trabalhava em Belo Horizonte, mas estava afastado das ruas para realização de curso para sargento, também na capital. Por volta das 2 horas, o PM teria do à casa da namorada, a soldado Aline Guimarães Rodrigues, de 34 anos, que morava com a mãe, Elizabete Guimarães, de 66 anos, no centro de Divinópolis. Aline também fazia o curso para sargento.

Conforme informações que vizinhos repassaram à PM, nesse horário foram ouvidos barulhos que pareciam com fogos de artifício. Os corpos das duas foram encontrados com marcas de bala pela manhã. Às 6h48, ainda segundo informações da PM, Vieira enviou mensagem ao irmão afirmando que tinha feito besteira e pedindo que ele chamasse a polícia.

Na mensagem, o PM disse ainda que estava olhando para a mãe, Heloísa Quintão, de 48 anos, e que "não estava aguentando". Os corpos do PM e da mãe foram encontrados pela manhã. Ao lado do corpo de Vieira estava um revólver calibre 38. A distância entre Divinópolis e Rio Pomba é de aproximadamente 300 quilômetros.

Segundo o major Flávio Santiago, chefe do setor de comunicação da PM, o soldado nunca apresentou problemas na corporação. "Não há nada na ficha dele." Conforme o major, são grandes as chances de se tratar de crime passional. A Polícia Civil investiga o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.