Southwest cancela 300 voos após pouso de emergência nos EUA

A companhia aérea norte-americana Southwest Airlines informou que deve cancelar 300 voos marcados para este sábado, depois que um dos aviões da empresa fez um pouso de emergência após um grande buraco ter se aberto na fuselagem.

ALEX DOBUZINSKIS, REUTERS

02 Abril 2011 | 16h35

Passageiros a bordo do voo 812 da Southwest, que ia de Phoenix a Sacramento, na sexta-feira, ouviram um forte ruído e depois um buraco se abriu na aeronave Boeing 737-300 forçando o piloto pousar em uma base militar em Yuma, Arizona. O incidente fez a empresa deixar em terra sua frota de 79 Boeings 737 para avaliações.

Engenheiros da Southwest e da Boeing vão inspecionar a aeronave na base e a companhia aérea divulgou que está trabalhando com autoridades para determinar a causa do incidente.

Com as inspeções, que devem levar vários dias para serem concluídas, a Southwest informou que está cancelando cerca de 300 voos neste sábado.

Um total de 931 Boeings 737-300 são operados por companhias aéreas ao redor do mundo, com 288 deles nos Estados Unidos, afirma a Agência Federal de Aviação dos EUA (FAA).

O piloto do jato fez uma rápida descida de uma altitude de 34.400 pés (10,3 quilômetros) para 11.000 pés (3,4 quilômetros), seguindo procedimento padrão para chegar a uma altitude onde oxigênio adicional não é necessário.

Mais conteúdo sobre:
AEREAS SOUTHWEST CANCELA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.