SuperVias é condenada a indenizar passageiro que se feriu em vagão

Empresa que administra os trens urbanos no Rio de Janeiro foi condenada a pagar R$ 8 mil a usuário

da Central de Notícias

18 Janeiro 2012 | 13h53

A SuperVias, empresa que administra os trens urbanos no Rio de Janeiro foi condenada, nesta segunda-feira, 17, a pagar indenização por danos morais de R$ 8 mil a Josenilton Freire de Oliveira.

O passageiro se feriu depois de ficar preso na porta de uma das composições. Oliveira alegou que o maquinista do trem partiu sem notar que ele estava preso à porta do vagão e, por isso, ele sofreu lesões graves.

"A dinâmica dos fatos restou comprovada pela prova testemunhal produzida, tendo as testemunhas relatado, em seus depoimentos, que o autor permaneceu por duas estações preso à porta do trem, o que lhe causou ferimentos na perna direita", afirmou a juíza Luciana de Oliveira Leal Halbritter, da 6ª Vara Cível da Capital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.