Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil

Suspeito de ter esquartejado jovem em Santa Catarina se entrega à polícia

O corpo de Mara Tayana Decker, de 19 anos, foi encontrado neste sábado, 3, em uma casa na zona sul de Joinville; o segurança Leandro Emílio da Silva Soares prestou depoimento

Tomas Petersen , Especial para O Estado

05 Maio 2014 | 18h07

FLORIANÓPOLIS - Entregou-se à Polícia Civil de Navegantes, em Santa Catarina, na tarde desta segunda-feira, 5, o segurança Leandro Emílio da Silva Soares, 26 anos, principal suspeito de ter matado e esquartejado a estudante universitária Mara Tayana Decker, 19 anos. O corpo da jovem foi encontrado na tarde do último sábado, 3, em uma casa na zona sul de Joinville, mais de dois dias depois que a família notificou seu desaparecimento. Soares prestou depoimento em Navegantes e foi levado até Joinville, onde é realizado o inquérito.

A vítima foi velada na tarde de domingo, 4, no cemitério municipal de Guaramirim. A Polícia Militar conseguiu localizar o corpo após receber denúncia da mãe do suspeito. Segundo informações da PM, Soares teria confessado o crime em telefonema para a mãe.

A jovem foi vista pela última vez na madrugada de quinta-feira, saindo de um bar, sozinha. Em algum momento ela se encontrou com o suspeito e, junto com ele, pegou um táxi até a casa onde o corpo foi encontrado. Na noite de domingo, a polícia iniciou as buscas e divulgou o nome e uma foto de Leandro Emílio da Silva Soares, que já respondia por três processos de violência contra a mulher.

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.